quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Passarinhadas no Centro Universitário Fundação Santo André e Arredores

Passarinhada no Ribeirão dos Meninos e Parque Escola
( 04/06/2016)

  A passarinhada de hoje começou em um local um tanto que inusitado, no Ribeirão dos Meninos, localizado ao fundo da Fundação Santo André, embora seja um rio extremamente poluído com esgoto doméstico e industrial, ainda podem ser encontradas varias espécies de aves, que se alimentam da matéria orgânica ali presente, um exemplo é a garça branca pequena ( Egretta thula).


  E também a garça branca grande ( Ardea alba), que caçava pequenos animais no meio do ribeirão, ao lado da garça branca pequena.


  Após as fotografias no ribeirão, nos dirigimos ao Parque Escola, localizado no mesmo bairro do Centro Universitário Fundação Santo André, local pequeno, porém com uma avifauna surpreendente, o primeiro habitante do parque que localizamos foi o arredio pálido ( Cranioleuca palida), que veio de imediato na reprodução de seu som pelo playback, proporcionando muitas fotos.


  Encontramos também no local, um imaturo de gavião miúdo ( Accipter striatus), que em voos rápidos entre uma arvore e outra, vasculhava a vegetação na tentativa de capturar pequenas aves, porém, sem sucesso.

Passarinhada no Centro universitário Fundação Santo André
( 11/06/2016)

  Hoje a passarinhada foi no Centro Universitário Fundação Santo André, e como de costume, fomos averiguar o ninho da lavadeira mascarada ( Fluvicola nengeta) para ver o progresso, seu ninho já estava quase finalizado, e, enquanto um dos indivíduos do casal buscava material para a confecção do ninho, o outro ficava pousado em um galho de sentinela, como podemos ver nas fotos abaixo.


  Este dia estava bem iluminado e com poucas nuvens no céu, então, assim que começou a aumentar a temperatura, os anu preto ( Crotophaga ani), começaram a se aglomerar em locais expostos na copa das arvores, e assim, aos poucos foram abrindo a plumagem, tomando um banho de sol.

  E no local, haviam algumas trepadeiras de erva do passarinho em frutificação, chamando a atenção de algumas espécies que buscavam alimento, como o bentevizinho de penacho vermelho ( Myiozetetes similis), que se deliciava nos furtos da trepadeira, como podemos ver nas fotos abaixo.


  E o risadinha ( Campstotoma obsoletum) também se aproveitou da frutificação da erva de passarinho, embora este seja um tyranideo que possui dieta preferencialmente insectívora, as vezes também se alimenta de frutinhos, principalmente quando esta se aproximando o inverno.

  Além da trepadeira da erva de passarinho, outras espécies vegetais também estavam em frutificação, como no caso da santa barbara, uma espécie de arvore exótica, que atraí muitas espécies de aves quando frutifica, inclusive aves grandes como o papagaio verdadeiro ( Amazona aestiva), representado nas fotos abaixo:

Passarinhada no Centro Universitário Fundação Santo André
( 18/06/2016)

  O dia estava meio nebuloso, a movimentação de espécies estava menor, e estava ventando, a primeira espécie a ser localizada foi o casal de corujinha do mato ( Megascops choliba), que descansavam tranquilamente em uma formação de erva de passarinho já morta, essa espécie, assim como a maioria das corujas, repousa durante o período diurno e entra em atividade durante o período noturno.


  Foi feito neste dia o primeiro avistamento para o campus do pica pau do campo ( Colaptes campestris), onde foi avistado apenas um único individuo, que buscava alimento na área do estacionamento, na companhia de demais aves campestres.

  O grupo de anu preto ( Crotophaga ani) estava menos ativo, e a maioria estava encorujado, não só pelo frio, mas por estarem intimidados com a presença de um falcão de coleira que caçava na área.

  O falcão de coleira ( Falco femoralis), escolheu como ponto de observação, um para raios do prédio da faculdade, onde investia contra o grupo de anu preto, que se escondiam em uma formação morta de erva de passarinho, porém, sem sucesso nas investida, resolver mudar de alvo e perseguir um bando de pombos que se encontrava no local.


  E os pombos ( Columba livia), com a aproximação do falcão, voaram todos, formando uma formação de defesa, e assim, fazendo com que o falcão fracassa-se novamente em suas investidas.


  E finalizamos a passarinhada, com o primeiro avistamento do ano, da saíra viúva ( Pipraeidae melanonota), no Centro Universitário Fundação Santo André, o individuo avistado era um macho adulto, que forrageava solitário a vegetação baixa, em busca de lagartas e frutinhos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário