sábado, 29 de abril de 2017

Passarinhada no Parque Central

Passarinhada no Parque Central
( 03/10/2016)
( 09/10/2016)
( 16/10/2016)
( 20/10/2016)


Juruviara ( Vireo chivi)

  As juruviaras ( Vireo chivi) chegaram ao local em um numero considerável, pequenas e sempre ativas, vasculham a copa das arvores em busca de insetos para se alimentar.


João de barro ( Furnarius rufus)

  Ainda em atividade reprodutiva, boa parte dos casais de joão de barro ( Furnarius rufus) do parque estavam construindo as suas casinhas.


Falcão de coleira ( Falco femoralis)

  Para os falcões de coleira ( Falco femoralis), este foi o principal mês de desenvolvimento dos filhotes, as primeiras fotos da sequencia dão do dia 03 quando eles ainda estavam perdendo as penugens, seguidas pelas fotos do dia 09 quando eles estavam aprendendo a voar e as ultimas são dos dias 16 e 20 quando eles finalmente abandonaram o ninho e começaram a ficar pelas redondezas, ainda dependentes dos pais.


Canário da terra ( Sicalis flaveola)

  No mês de Outubro é muito comum encontrar no parque os canários da terra ( Sicalis flaveola), que, favorecidos pelo crescimento das braquiárias e outras gramíneas, aproveitam para fixar território e se reproduzir. 


Suiriri pequeno ( Satrapa icterophrys) 

  O suiriri pequeno pode ser encontrado no mês de Outubro no parque também, esta espécie é migratória, sendo que, costuma aparecer por aqui, apenas no segundo semestre do mês, onde os dias são mais quentes e os insetos mais abundantes.


Beija flor tesoura ( Eupetomena macroura)

  Dentre os beija flores encontrados no parque, nenhum é tão agressivo e valente quanto o beija flor tesoura ( Eupetomena macroura), o maior beija flor da região, domina com maestria os canteiros de flores do parque, defendendo os de outros da mesma espécie e de beija flores menores.


Sabiá do campo ( Mimus saturninus)

  O sabiá do campo ( Mimus saturninus) também estava com os seus filhotes neste período, assim como a maioria das aves, que escolhem o segundo semestre do ano para reprodução, pelo fato da abundancia de alimento. Muito agressivos, não hesitam em atacar com rasantes quem se aproxime de seus filhotes.


Tico tico ( Zonotrichia capensis)

  Muito inquieto, o tico tico ( Zonotrichia capensis) vasculha o solo, em curtos pulos, revirando folhas e galhos, em busca de artrópodes e sementes, muitas vezes o tico tico ( Zonotrichia capensis) tem trabalho redobrado, pois além de seus filhotes acaba cuidando dos filhotes de chupim Molothurus bonariensis) também.


Tiziu ( Volatinia jacarina)

  Os tizius ( Volatinia jacarina)aos poucos vão chegando ao parque, esta espécie possui algumas migrações sazonais, aparecendo no parque na época onde há abundancia de sementes de gramíneas, geralmente chegam pardos, e aos poucos vão ganhando a coloração escura, característica do macho da espécie.


Garça branca pequena ( Egretta thula)

  A garça branca pequena ( Egretta thula) é encontrado no parque durante todas as épocas do ano, em alguns meses pode ser mais abundante do que em outros, de acordo com a disponibilidade de peixes nos lagos do local.


Beija flor de veste preta ( Anthracothorax nigricollis)

  O beija flor de veste preta ( Anthracothorax nigricollis) aparece no parque durante a floração de algumas plantas como o ingá branco, ficando apenas durante este período, a floração do ingá branco acaba atraindo varias espécies de beija flores para o local.


Beija flor preto ( Florisuga fusca)

  Assim como o beja flor de veste preta, o beija flor preto ( Florisuga fusca) vem para o parque na época da floração do ingá branco, sendo a espécie mais abundante de beija flor nestas arvores, muito agressivo, enxota os pequenos beija flores de seu território com rápidas investidas.


Sanhaçu cinzento ( Tangara sayaca)

  Os filhotes de sanhaçus cinzento ( Tangara sayaca) podiam ser encontrados em todas as áreas do parque, extremamente adaptados ao meio urbano, é a espécie de ave frugivora mais encontrada no Parque Central.


Pica pau verde barrado ( Colaptes melanochlorus)

  O casal de pica pau verde barrado ( Colaptes melanochlorus), assim como as outras aves, também estavam no ritmo reprodutivo, e, enquanto a fêmea chocava no ninho,  o macho saia em busca de alimento pelo parque.


Capitão de saíra ( Attila rufus)

  O capitão de saíra ( Attila ruffus) continuava a habitar o Parque Central, porém, como é o único individuo da espécie no local, sua reprodução acaba sendo inviável, tendo que ficar solitário em seu território.


Curutié ( Certhiaxis cinamommeus)

  Os curutiés ( Certhiaxis cinamommeus) são provavelmente a espécie mais abundante nos capinzais densos dos brejos do parque, sempre muito territorialistas, aparecem meio que imediatamente ao serem chamados pelo playback.


Enferrujado ( Lathotriccus euleri)

  Neste mês ocorreu o primeiro avistamento e registro fotográfico do enferrujado ( Lathotriccus euleri) para o Parque Central, apenas um único individuo, que, de maneira silenciosa, vasculhava o estrato médio da vegetação, em busca de insetos.


Juriti pupu ( Leptotila verreauxi)

  Os filhotinhos de juriti pupu ( Leptotila verreauxi) podiam ser encontrado no bosque do parque durante este período, muito espertos, ao menor sinal de alguma aproximação estranha, já se deitavam no solo para se camuflar com a folhagem seca.


Coruja buraqueira ( Athene cunicularia)

  Sempre atenta, a coruja buraqueira ( Athene cunicularia), observava com atenção e cautela as intermediações de sua toca, a partir de um galho de aroeira, que além de fornecer um ponto de observação, lhe fornece sombra para as horas mais quentes do dia.


Pomba de bando ( Zenaida auriculata)

  A pomba de bando ( Zenaida auriculata), vasculhava o solo com muita atenção e cautela, em busca de pequenas sementes para se alimentar, está ai confundiu um pedaço de plástico com alimento e quase se deu mau.


Carcará ( Caracara plancus)

  E para a finalização dessa sequencia de fotos dos monitoramentos de Outubro, o casal de carcarás ( Caracara plancus), que aparecem com certa frequência no parque, para buscar alimento nos gramados, quando tem pouca gente.
























































Nenhum comentário:

Postar um comentário